Contactos

Adjunto Consultoria de Recursos Humanos

  • Pessoa de contato: Cesar Augusto
  • Telefone: +55 (51) 8528-70-58
  • +55 (51) 3307-68-78
  • Endereço postal: Av.Otto Niemayer, 1025, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 91910-001, Brasil

Renovações do site

TREINAMENTO, MUSICA E EMOÇÃO

05/03/13

Treinamento , Musica e Emoção.
A presença da musica na vida das pessoas é uma verdade incontestável em qualquer lugar do mundo.Independente de tempo ou espaço , é uma forma de comunicação e integração entre pessoas de diferentes culturas e épocas.Exemplo disto são as cantigas de ninar, universalmente usadas para acalmar e estimular o soninho das crianças e a musica clássica para relaxamento.
O valor da musica já tem sido cientificamente comprovado no campo da educação , como facilitador do aprendizado . Há também inúmeras experiências na área de saúde, trabalhos em hospitais que utilizam a música como elemento fundamental para o controle da ansiedade dos pacientes. É cada vez mais comum a presença da música nestes locais, seja para diminuir a sensação de dor em pacientes depois de uma cirurgia, junto a mulheres em trabalho de parto (para estimular as contrações) ou na estimulação de pacientes com dano cerebral. Nesse sentido, não é exagero afirmar que os efeitos da música sobre os sentimentos humanos estão, cada vez mais, migrando da sabedoria popular para o reconhecimento científico.
A musica tem sido desde sempre um estimulo ao pensamento e ao sentimento.Quem já não se emocionou ao ouvir uma musica , cuja letra tem algo a ver consigo mesmo, com uma história vivida, com algo ou alguém? A musica tem o poder de nos surpreender, e uma vez livre de resistências, trazer a tona sentimentos e emoções , e ao nos fazer lembrar nos faz também pensar. Algumas musicas ,pelo ritmo geram tensão , medo, enquanto outras despertam emoções como alegria ou tristeza.
Ao mesmo tempo, uma orquestra ou banda, tem um funcionamento muito similar a uma empresa, no que diz respeito a presença da liderança, trabalho em equipe e sinergia.
Por tudo isso, a musica, assim como as dinâmicas de grupo e técnicas vivenciais, é uma ferramenta importante que utilizamos em nossos treinamentos e palestras.
O treinamento com utilização de musica , sai do convencional, do tipo sala de aula. Com a musica, as pessoas se envolvem e se comprometem em maior intensidade pelo prazer que ela traz.
Podemos escolher musicas baseadas em letras que tem a ver com os objetivos do treinamento, ou simplesmente baseados no ritmo .Usamos musica suave para estimular a reflexão e a troca de feedback , por exemplo, ou uma musica agitada como vitalizador após o almoço, ou ainda em atividades onde o ritmo seja importante para tratar de diferenças individuais e trabalho em equipe.
Na escolha de musica pelo conteúdo, a preocupação tem que ser com a letra. Neste caso, é mais seguro trabalhar com edição, e usamos partes de musicas para focar no objetivo.
Muitas empresas ja oportunizaram a seus colaboradores assistir uma performance onde canto: “Eu nasci assim eu cresci assim vou ser sempre assim Gabriela”(Gal Costa).O tema tratado a partir deste estimulo é mudança e autoestima.

Quantas pessoas em meus treinamentos , já cantaram com Roberto Carlos : “Quem espera que a vida seja feita de ilusão, pode até ficar maluco ou morrer na solidão, é preciso saber viver.” O tema é proatividade, qualidade de vida, autoliderança.
O importante é ter em mente , que não basta utilizar diversas tecnicas que tornam o treinamento divertido e descontraido, mas que é fundamental gerar aprendizado e os objetivos definidos pela empresa contratante.
Desejo a todos ótimos treinamentos e palestras divertidas, mas sobretudo de grande aprendizado.

Fany Bicca
Diretora da Adjunto RH

Artigos anteriores
Adjunto Consultoria de Recursos Humanos
Adjunto Consultoria de Recursos Humanos

14/03/12

O VALOR DE UMA PALESTRA MOTIVACIONAL Porque assistir a uma palestra motivacional ?
Adjunto Consultoria de Recursos Humanos

14/03/12

ENTRE RAZÕES E EMOÇÕES A SAIDA É FAZER VALER A PENA! A importância da Gestão Emocinal no Trabalho.